-


Ser doula é uma das mais gratificantes profissões existentes. Participar do milagre da vida, testemunhar a multiplicação do amor em cada família que ganha um novo membro, ver barrigas crescendo e dar suporte às mulheres na hora que vão trazer seus bebês ao mundo é uma fonte inesgotável de energia positiva, de alegrias, de êxtase, de amor.

No entanto tudo tem seu preço e ser uma doula também significa noites sem dormir, plantões durante o natal, telefonemas de madrugada, sair correndo no meio da noite e atravessar a cidade para atender clientes que eventualmente estão em falso trabalho de parto. Nenhuma das doulas que conheci até hoje reclamaram desses percalços logísticos da profissão, mas algumas vezes da falta de condições ambientais para o trabalho, fato que será discutido em outro artigo.

Se você quer ser uma doula, mas tem dúvidas sobre o que vai enfrentar, dê uma olhada nessa lista. Veja se você se adequa a essas situações. Caso consiga manejá-las, você está pronta para começar!

» Você goza de boa saúde e consegue ficar acordada durante a noite caso seja necessário?

»
Você é uma pessoa saudável e fisicamente capaz de prover conforto a uma mulher em trabalho de parto, oferecendo massagem, ajudando a suportar seu peso ao mudar de posição, eventualmente ajudando a sustentar uma posição de cócoras, por exemplo?

» Você tem quem cuide dos meus filhos na sua ausência ou pode providenciar isso com relativa rapidez, inclusive durante a noite? Tem que vá buscá-los na escola no fim do dia e dê suporte noite adentro?

»
Caso seus filhos estejam adoentados, você tem em quem confiar para cuidar deles?

»
Se você está amamentando, sabe que seu bebê aceita o leite que você ordenha e deixa guardado para emergências?

»
Seu marido/companheiro e sua família apoiam sua decisão de trabalhar como doula?

»
Você tem outra doula te dando cobertura, caso aconteça uma emergência ou dois partos simultâneos e você tenha que abrir mão de um atendimento?

»
Você tem uma forma confiável de se transportar a qualquer hora do dia ou da noite?

»
Você não se apavoraria de ter que percorrer a cidade à noite e de madrugada, sozinha ou acompanhada, entrando e saindo da casa das clientes, e dos hospitais quando for o caso?

»
Você compreende que existem "4 semanas" de previsão de parto, ou seja, 2 antes e 2 depois da da data provável e que portanto você estará de plantão durante todo esse período?

»
Você compreende que vai passar parte da sua vida "de plantão" e que isso poderá alterar muitos de seus planos de compromissos sociais, viagens, férias e todo tipo de evento?

Se você se vê ultrapassando todas as barreiras acima, você é uma pessoa de sorte! Mas mesmo que você perceba que alguns desses itens não se encaixem no seu perfil, mas ainda assim a idéia de ser uma doula te agrade, não mude seus planos. Consulte outras doulas, descubra como elas conseguiram manejar esses problemas. Você pode também começar devagar, como doula voluntária em horários pré-determinados, nos hospitais que dispõem desse tipo de serviço.

Peça sugestões, escreva para nós! E se você descobriu uma boa forma de driblar alguns desses problemas, envie-nos uma mensagem contando como foi. Logo teremos uma seção para listar essas dicas valiosíssimas.


Ana Cris Duarte
Doulas.com.br

 

Fonte: